Employer-branding:o que é e quais os principais desafios kwalit

Employer Branding: o que é e quais os principais desafios!

Atrair e reter talentos sempre foi uma tarefa difícil. E de certeza que qualquer gestor de recursos humanos concorda! Certo?

Há a questão da globalização, a complexidade e competitividade dos mercados e ainda a inevitável escassez de talentos. Portanto como é que se pode competir pelos melhores ativos humanos? Como é podemos cativar a sua atenção e mantê-los satisfeitos e produtivos?

A solução que já não é assim tão secreta é o Employer Branding!

Descubra aqui no artigo o que é o Employer Branding e quais os principais desafios.

O Employer Branding é segundo José Bancaleiro – Managing Partner da Stanton Chase International “um processo alinhado com os valores organizacionais e com os objectivos de negócio, estruturado duma forma abrangente, consistente e continuada, que comunica, externa e internamente, os aspectos mais relevantes da identidade da organização, ie, o seu propósito organizacional, os seus valores mais profundos, as suas práticas de gestão, a sua política de compensação e benefícios, etc. Tudo isto com o objectivo de criar uma imagem de “great place to work”diferenciadora em relação a outros concorrentes pelo mesmo tipo de talento e posicionada de forma a ser atractiva para o alvo a que se destina”.

Não sendo um processo novo, muitas empresas já perceberam que este é o caminho que têm de fazer para atrair e reter pessoas talentosas. Porém o Employer Branding é mais do que criar uma boa imagem ou fazer uns anúncios bonitos.

 

Quais são os desafios?

1 Diferenciação

Como qualquer outra marca, a marca do empregador ou Employer Branding necessita de ser diferenciadora na forma de comunicar o que a empresa faz de diferente e melhor que os seus concorrentes. Mas ao mesmo tempo deve ser consistente e equilibrada entre a marca real e a marca prometida.

Assim as empresas devem delinear uma estratégia de comunicação que reflita a proposta de valor e a identidade da empresa para ser transmitida quer interna quer externamente de forma abrangente, diferenciada e continuada.

 

2 Integração e cooperação

Outro grande desafio do Employer Branding é a integração e a cooperação de toda a empresa, nomeadamente dos RH, do Marketing e da Direção de Topo.

Só com o alinhamento e o envolvimento de todos é que é possível comunicar a proposta de valor de forma continuada, eficaz e transparente.

A plataforma colaborativa Synergy Enterprise pode dar-lhe uma grande ajuda neste processo. Nomeadamente no alinhamento da comunicação e da colaboração interna bem como na gestão dos seus recursos humanos.

Se quiser saber mais informações sobre esta plataforma colaborativa descarregue aqui o ebook gratuito e descubra como funciona, quais os principais benefícios e qual o impacto que pode trazer para a sua empresa.

 

3 Planeamento

O Employer Branding deve ser um projeto a longo prazo onde as empresas trabalham continuamente para construir a sua reputação enquanto “great place to work”.

Da mesma forma que um produto leva o seu tempo para construir uma boa reputação, uma forte reputação como bom empregador não é diferente.

Porém quando sólida e bem posicionada aumenta a capacidade das empresas em atrair os melhores talentos e contribui também para a redução de custos de recrutamento e níveis salariais de admissão. Por outro lado, aumenta o sentimento de pertença, reforça vínculos e gera um maior nível de lealdade.

Ainda ignora o Employer Branding?