Ebook 11´1 perguntas que todo o gestor deve fazer antes de comprar um ERP!

11+1 perguntas que todo o gestor deve fazer antes de comprar um ERP!

Quer se trate da seleção de um Erp pela primeira vez ou de uma atualização, este é um processo complicado. E os motivos são vários.

É um investimento grande, com um retorno a médio-longo prazo. Implica um notável esforço da empresa e dos colaboradores para se adaptarem a uma nova realidade.

E é um processo desafiante do ponto de vista da seleção do Erp. Uma vez que a oferta de mercado é grande e diversificada. 

Ou seja, é um processo duro e sem margem para erros. 

É por estas razões, aliás, que partilhamos aqui 11+1 perguntas que todo o gestor deve fazer antes de comprar um Erp.

11+ 1 perguntas que todo o gestor deve fazer antes de comprar um Erp!

 

1 Que problemas estou a tentar resolver com a aquisição deste sistema de gestão? Tenho uma necessidade específica, o sistema pode ser customizado?

Antes de selecionar o sistema de gestão mais adequado para a sua empresa, deve primeiro perceber que problemas a sua empresa esta a enfrentar e como com a aquisição do sistema podem ser minimizados.

Dentro da enorme panóplia de desafios, a maioria dos gestores procura um sistema de gestão para:

  1. Minimizar falhas humanas;
  2. Acelerar processos e obter um maior controlo na gestão do tempo;
  3. Ter uma integração e centralização da informação de forma a obter mais conhecimento sobre a empresa;
  4. Ter uma maior segurança dos dados;
  5. Otimizar o trabalho e a produtividade das equipas com a automatização de tarefas;
  6. Minimizar custos a longo prazo, provenientes de processos internos obsoletos ou inexistentes;
  7. Obter mais flexibilidade e planeamento na gestão da empresa;

Tendo em mente quais os seus problemas torna-se mais fácil selecionar o sistema de gestão mais adequado para a sua empresa. 

Isto porque existem vários sistemas de gestão no mercado. Cada um projetado para uma determinada indústria, para uma determinada dimensão e com um conjunto específico de funcionalidades.

Por outro lado, atualmente no mercado vai encontrar também 3 tipos de sistemas de gestão:

  1. Sistema de gestão padronizado – Este tipo de sistema não pode ser alterado e portanto a sua empresa tem de se adaptar completamente a ele.
  2. Sistema de gestão flexível – Este tipo de sistema permite que faça algumas alterações, de acordo com algumas necessidades específicas mas no geral a sua empresa tem de se adaptar aos processos inerentes.
  3. Sistema de gestão à medida – Este tipo de sistema é desenvolvido exclusivamente para si, portanto é totalmente adaptado às suas necessidades. 

Neste sentido é importante que faça uma correta avaliação das suas necessidades, para que possa fazer uma seleção mais transparente do seu sistema de gestão. 

 

2 Como é que este software de gestão vai afetar os meus processos internos? Que impacto vai ter na minha empresa?

Todas as empresas precisam de seguir um conjunto de procedimentos para executar as suas atividades com sucesso.

Um software de gestão tem um enorme impacto numa empresa precisamente pela flexibilidade de alterar os seus processos internos e garantir assim a concretização dos seus objetivos. 

Porém é importante que faça uma análise aos seus processos, antes mesmo da análise do seu fornecedor de software. Com essa análise tem uma noção mais clara dos processos que são realmente necessários, dos que estão a gerar valor e dos que estão a consumir tempo e recursos. 

 

Quer fazer uma escolha mais segura e transparente?

Descarregue gratuitamente este ebook AQUI e tenha acesso agora a todas as perguntas que todo o gestor deve fazer antes de comprar o seu Erp!

Ebook 11´1 perguntas que todo o gestor deve fazer antes de comprar um ERP!

3 Os utilizadores estão preparados para a mudança? O que é que eu posso fazer para facilitar a transição?

Gerir uma mudança de software é sempre difícil. Nem todos estão dispostos a mudar rotinas ou a aprender algo novo.

Por isso, mesmo que ainda não tenha selecionado o seu software de gestão envolva e alerte os seus colaboradores de que vai haver mudanças. 

Ao fazê-lo antecipadamente vai dar-lhes mais tempo para se habituarem à ideia. Como vai obter feedback importante para a seleção do seu novo software de gestão. 

Por outro lado, é importante também que crie uma equipa para trabalhar em conjunto com o seu fornecedor. Ao trabalharem em colaboração torna-se mais fácil definir as necessidades e os objetivos de cada departamento. 

 

4 Quais são as características chaves do fornecedor? Tem credibilidade, experiência?

Não foque toda a sua atenção apenas no sistema de gestãoAvalie também o fornecedor do sistema. 

Verifique se este tem estas 3 características principais:

  1. Credibilidade – Escolha fornecedores de software que sejam certificados e que tenham um trabalho reconhecido nomeadamente na sua indústria de atuação;
  2. Experiência – Opte por um fornecedor com experiência que lhe possa garantir mais segurança e mais tranquilidade especialmente no processo de implementação;
  3. Liderança – Selecione um fornecedor que perceba de negócios e que seja um líder nato de gestão;

 

5 Este Erp é fácil de usar? É flexível? Consigo ter acesso à informação que preciso quando preciso?

Muitas vezes o que acontece é que o Erp tem todas as funcionalidades necessárias mas não é de fácil utilização. São precisos por exemplos muitos passos para chegar a um determinada ação ou não é intuito.

Por isso testar o software é muito importante para perceber o seu fluxo de navegação, e se é este é ou não intuito.

Outra questão a analisar é a flexibilidade do software. Adequa-se às suas necessidades, consegue aceder por exemplo via outros dispositivos e os relatórios ajustam-se aquilo que precisa de saber?

 

Conheça as restantes perguntas!

Descarregue gratuitamente o ebook AQUI e faça investimentos ponderados.